O que estudar para o vestibular 2020?

>

O que estudar para o vestibular 2020?

Não é fácil estipular com certeza o que estudar para cada vestibular, já que há várias provas e editais distintos. E ressaltamos que é imprescindível a leitura desse documento para conferir quais e como esses assuntos serão cobrados. Porém, de maneira geral, os conteúdos serão baseados no que foi estudado durante o ensino médio. Fizemos um apanhado dos assuntos que mais costumam cair nos vestibulares. Confira!

Língua Portuguesa

 

  • Funções sintáticas;
  • Domínio de recursos argumentativos;
  • Domínio da língua padrão;
  • Relações entre linguagem verbal e não verbal;
  • Paráfrase ou tradução de sentido;
  • Descrição de fatos linguísticos em contexto, sua função para construir sentidos e efeitos de sentido;
  • Emprego e valor semântico de elementos coesivos, como pronomes e conjunções;
  • Conjugação e uso dos tempos e modos verbais;
  • As classes de palavras gramaticais;
  • Mecanismos de seleção de combinação de palavras;
  • Semântica: o significado das palavras em contexto;

Literatura

  • Figuras de linguagem;
  • Escolas literárias, como Romantismo, Realismo, Modernismo etc.;
  • Gêneros literários.

Línguas Estrangeiras (Inglês, Francês, Espanhol, Alemão, Italiano, Libras)

  • Leitura e interpretação de textos;
  • Questões de inferência;
  • Gêneros textuais;
  • Conjunções;
  • Vocabulário (sinonímia, tradução);
  • Termos referenciais;
  • Pronomes pessoais;
  • Pronomes possessivos;
  • Pronomes relativos;
  • Pronomes indeterminados;
  • Verbos;
  • Sentenças condicionais.
  • Falsos cognatos.

História do Brasil;

  • Colonização mercantilista (1530- 1580);
  • Cultura da colônia: indígenas, jesuítas, africanos;
  • Processo de Independência (1789-1820);
  • Segundo Reinado (1840-1889);
  • República Velha (1889-1930);
  • Era Vargas e Populismo Liberal (1930-1964);
  • Movimentos sociais no Brasil;
  • Ditadura Militar (1964-1985).

 História Geral

  • América Latina: civilizações pré-colombianas, colonização, independência e consolidação dos estados nacionais;
  • As formas políticas do Ocidente e suas especificidades (Democracia e República na Antiguidade e Antigo Regime e Liberalismo a partir da Modernidade);
  • Formas de organização do trabalho no Ocidente: exploração e resistência;
  • Época medieval;
  • Renascimento;
  • Guerras mundiais e Guerra Fria;
  • Aspectos da história africana: tráfico negreiro e imperialismo;

Filosofia e Sociologia

  • Leitura e entendimento de textos clássicos;
  • Vínculos com a atualidade;
  • Conhecimento de alguns aspectos dos autores mais tradicionais, como Platão, Sócrates e Kant etc.

Geografia

  • Globalização;
  • Blocos Econômicos;
  • Terceira Revolução Industrial;
  • Potências emergentes;
  • Disparidades socioeconômicas mundiais;
  • Problemas ambientais globais;
  • Mudanças na estrutura da população brasileira;
  • Problemas urbanos estruturais e ambientais;
  • Cartografia: leitura e análises de mapas, gráficos e tabelas;
  • Fontes alternativas de energia;
  • Problemas sociais e estruturais urbanos;
  • Problemas ambientais urbanos;
  • Agronegócio no Brasil;
  • Migrações internacionais;
  • Petróleo e Pré-sal.

Matemática

  • Porcentagem;
  • Equações de 1º e 2º graus;
  • Teorema de Pitágoras;
  • Funções;
  • Teorema do cosseno, teorema do seno;
  • Geometria Plana;
  • Geometria Analítica;
  • Sequências, PA e PG;
  • Análise de gráficos e tabelas.
  • Aplicações de logaritmos e exponenciais;
  • A reta, a circunferência e suas posições relativas no plano cartesiano;
  • Trigonometria;
  • Processos e técnicas de contagem;
  • Probabilidade;
  • Operações com números complexos;
  • Polinômios.

Química

  • Substâncias: puras e misturas;
  • Ligações intermoleculares;
  • Chuva ácida e efeito estufa;
  • Cálculos estequiométricos;
  • Soluções;
  • Propriedades coligativas;
  • Termoquímica;
  • Cinética Química (fatores que alteram a rapidez de uma reação);
  • Equilíbrios Químicos (cálculo da constante de equilíbrio);
  • Deslocamento de equilíbrio;
  • pH e Ks (produto de solubilidade);
  • Radioatividade;
  • Pilha e Eletrólise;
  • Química orgânica;
  • Reações envolvendo álcoois, ácidos carboxílicos, éteres e polímeros.

Física

  • Cinemática dos movimentos retilíneos: ênfase em interpretações dos gráficos usuais da cinemática;
  • Dinâmica do movimento retilíneo: aplicações das três leis de Newton;
  • Cinemática circular: ênfase no movimento circular e uniforme;
  • Dinâmica do movimento curvilíneo: ênfase na dinâmica do movimento circular e uniforme;
  • Trabalho e energia: ênfase em sistemas conservativos;
  • Calorimetria: trocas de calor (acarretando alteração de temperatura ou mudança de estado);
  • Dilatação e contração térmica: ênfase no caso dos sólidos;
  • Transformações gasosas e primeiro princípio da Termodinâmica: ênfase nas transformações cíclicas;
  • Hidrostática: ênfase no teorema de Stevin e no teorema de Arquimedes;
  • Reflexão da luz: ênfase no estudo do espelho plano;
  • Refração da luz: ênfase na lei de Snell, fenômeno da reflexão total, dioptro plano e formação de imagens em lentes;
  • Ondas: ênfase na equação fundamental da ondulatória;
  • Acústica: ênfase nas características que diferenciam os sons (intensidade, altura e timbre);
  • Circuitos elétricos: ênfase em potência consumida;
  • Movimentos de cargas em campos elétricos e/ou campos magnéticos;
  • As leis de Newton.

Biologia

  • Evolução biológica;
  • Metabolismo celular;
  • Os processos de obtenção de energia: fotossíntese, fermentação e respiração celular;
  • Células eucariotas e procariotas;
  • Divisão celular;
  • As leis gerais da hereditariedade;
  • Noções de embriologia animal e de diferenciação celular;
  • Grupos animais;
  • Parasitoses humanas brasileiras (doenças provocadas por vírus, bactérias, protozoários e vermes);
  • A fisiologia animal;
  • Os principais grupos vegetais;
  • A fisiologia vegetal;
  • O fluxo de energia e os ciclos da matéria nos ecossistemas;
  • Dinâmica das populações e comunidades.
  • Separe um tempo para estudar diferentes gêneros textuais

    A gente sabe que o gênero cobrado pelo Enem é sempre o mesmo: dissertativo-argumentativo.

    Porém, outros vestibulares, como a prova da Unicamp, por exemplo, podem cobrar gêneros textuais diferentes. E é por isso, que elencamos como nossa 3ª e última dica para estudar para o vestibular: separe um tempo para estudar diferentes gêneros textuais.

    Isso porque a redação é peça fundamental para se sair bem em qualquer que seja o vestibular. E para fazer um bom texto escrito é necessário conhecer a estrutura da prova que você irá prestar para conseguir estudar e praticar os textos que mais caem nessas provas.

    Uma ótima estratégia é pesquisar pelas últimas edições e conferir qual texto os estudantes tiveram que fazer. No entanto, diferentes textos do gênero dissertativo-argumentativo poderão cair, como carta argumentativa, artigo de opinião e outros. Esse é um gênero muito cobrado, porque força o aluno a se posicionar e a defender o seu ponto de vista por meio de dados, fatos e exemplos.

    Ah e não se esqueça que para fazer uma boa redação é necessário muito treinamento, ein? O ideal é fazer, pelo menos, dois textos por semana! Se você conseguir fazer mais, ótimo! Mas não faça menos que isso, essa é uma parte muito importante de sua prova e não pode ser negligenciada.

Compartilhar:

Mais Posts

Conversar
💬 Posso Ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?